Cabo Verde, um destino de sonho

Picture of SILVINADIAS

SILVINADIAS

Cabo Verde é, sem sombra de dúvidas, um destino de sonho! As suas dez ilhas com personalidades distintas, a história do povo cabo-verdiano, a localização geográfica do arquipélago e a diversidade de experiências turísticas disponíveis, fazem deste o local ideal para umas férias a dois ou em família.

Foi a ilha do Sal que me fez apaixonar por este país rodeado pelo oceano Atlântico. As suas praias de areia fina e a água cristalina, a “morabeza” (palavra crioula que significa ser amável, delicado e gentil) do povo e os recantos da ilha, fazem com que até hoje sorria quando penso no quão maravilhosos foram os meus 7 dias em Sal. No entanto, Cabo Verde é muito mais que a ilha do Sal e existem diversos motivos (pelo menos dez) pelo quais devem colocar este país na vossa lista de destinos de sonho:

1. Package deals das agências

Apesar de este não ser um motivo particular pelo qual devem visitar Cabo Verde, sem dúvida, é um dos fatores mais impactantes no turismo do país e a razão pela qual muitos viajantes descobrem os encantos do arquipélago cabo-verdiano. Hoje em dia, muitas são as agências de viagens que criam package deals (voo + hotel) e até mesmo promoções all inclusive durante o ano inteiro. Se tiverem sempre as promoções debaixo de olho e datas flexíveis conseguem passar um semana num hotel & resort de 4 e 5 estrelas com tudo incluído (voo, transfer, hotel e refeições) por um preço bastante simpático, independentemente da altura do ano.

2. Experiências 

Explorar uma ou várias ilhas do arquipélago, mergulhar e descobrir corais e navios afundados, nadar com animais aquáticos, explorar as zonas desérticas de moto quatro ou buggy, assistir ao nascimento de tartarugas, ter aulas de desportos náuticos, são algumas das diversas experiências que podem realizar durante a vossa estadia em Cabo Verde. Dependendo da ilha em que ficam alojados e do tipo de férias que gostariam de ter, é garantido que encontram um oceano de experiências únicas e memoráveis para realizarem durante as vossas férias. O problema será mesmo escolher qual a experiência/atividade que irão fazer primeiro, acreditem!

Nota: Poderão agendar as vossas experiências junto da vossa agência de viagens, hotéis ou até mesmo junto das várias barraquinhas de turismo no centro das cidades.

3. Localização 

Não é um motivo fulcral para visitarem Cabo Verde, porém a localização deste arquipélago africano é um ponto positivo a ter em consideração, sobretudo para famílias que viajam com crianças. Situado no meio do Atlântico, Cabo Verde tem uma posição estratégica entre três continentes (África, América e Europa), o que o torna um local de fácil acesso. Para além disso, são já várias as companhias aéreas e agências de viagens com fleets próprias que realizam voos diretos para este destino. Por exemplo, o voo de Portugal para Cabo Verde tem uma duração aproximada de 4h, dos Países Baixos (local onde resido) de 6h e de Nova Iorque de 13h (sendo que, habitualmente, há escala em Lisboa).

4. Clima

Associado à sua localização geográfica, Cabo Verde tem um clima tropical muito agradável ao longo dos 12 meses do ano. Independentemente da estação do ano, as temperaturas são sempre amenas (média entre os 24º C) e a probabilidade de chuva é mínima. No entanto, nos dias em que faz mais calor, a brisa constante dos ventos alísios torna a temperatura mais agradável e não tão tórrida quanto seria de esperar.

5. Paisagem diversificada

A paisagem cabo-verdiana é marcada por uma diversidade singular. No total, dez são as ilhas pertencentes ao arquipélago de Cabo Verde, sendo que uma não é habitável – Santa Luzia, e todas têm um encanto bastante particular. Em Sal, tal como em Maio, é possível deslumbrar praias paradisíacas, nadar em piscinas naturais com formações rochosas de origem vulcânica (Buracona) e flutuar em salinas (Pedra de Lume).

Na ilha da Boa Vista, facilmente nos perdemos nas suas dunas douradas (Deserto Viana) que se estendem até ao mar. No Fogo, a imensidão do Vulcão com 2.829 m de altitude e as suas praias de areia preta são as suas principais atrações. Já em Santo Antão, São Nicolau e Santiago, o cenário verde, montanhoso e cheio de vida é o que caracteriza estas ilhas. Por fim, em Brava, vive-se numa aura de romance e de cheiros florais, enquanto em São Vicente, a música e a essência cabo-verdiana é onde melhor são representadas.

Nota: Aqui podem obter mais informações sobre cada ilha e a história do povo cabo-verdiano,  bem como planear a vossa rota pelas várias ilhas.

6. Praias paradisíacas

Já é sabido que Cabo Verde é um país com uma diversidade paisagística sem igual. Porém, é sobretudo pelas praias paradisíacas, quase idílicas, que grande parte dos turistas opta por relaxar e aproveitar umas férias de sonho aqui. Os areais extensos de areia fina e dourada, banhados com as águas cálidas, transparentes e azul-turquesa do oceano Atlântico são motivo mais do que suficiente para colocarem algumas das ilhas do arquipélago na vossa bucket list.

7. História 

A história de Cabo Verde é um pouco incomum. Passou de arquipélago desconhecido e despovoado, a colónia, a entreposto comercial de escravos, a província e só no ano de 1975 é que se tornou um país independente. Todos estes séculos sob o comando português e as eras marcadas por rebeliões ditaram a história do país e o desenvolvimento do povo.

A sul da ilha de Santiago, encontra-se aquela que é conhecida como o berço da nação cabo-verdiana, a Cidade Velha, reconhecida como Património Mundial da UNESCO em 2009. A cidade apresenta alguns vestígios do traçado original das ruas, duas igrejas, uma fortaleza real e a Praça do Pelourinho com um pilar de mármore ornamentado do século XVI. A história do país poderá não ser um fator decisivo para o visitar, mas sem dúvida que conhecer o primeiro posto colonial europeu nos trópicos o é.

8. Riqueza cultural

Cabo Verde tem sido berço de ilustres representantes das mais variadas artes: escrita, pintura e música. A começar pela Cesária Évora, essa voz que conquistou o mundo. A verdade é que todos têm um ritmo intrínseco no seu corpo e partilham uma enorme paixão pelas tradições culturais do seu país, especialmente pela música. Por essa razão, aproveitem os vários espetáculos, exposições e concertos no hotel & resort onde estão alojados ou até mesmo em bares e ruas, e festejem este riquíssimo património com dois pés de dança ao som dos ritmos cabo-verdianos.

9. Gastronomia

As tradições cabo-verdianas, portuguesas e africanas, fazem da gastronomia de Cabo Verde um bom motivo para visitar o país. Escusado será dizer que o peixe é o rei da mesa, não é verdade? Uma das grandes especialidades é o atum grelhado, a cavala e garoupa. No entanto, é a cachupa, uma espécie de feijoada com milho, legumes e linguiça, que é o prato mais famoso… até mesmo ao pequeno-almoço! E por falar em comida, é importante referir a famosa bebida cabo-verdiana, o grogue, a aguardente de cana nacional.

10. Pessoas 

Grande parte das experiências que vivemos num país dão-se pelas pessoas que conhecemos e pelo que elas nos transmitem. São as memórias que juntos criámos que nos deixam (ou não) com saudade de voltar. Os cabo-verdianos são um povo muito amistoso e hospitaleiro. Têm sempre um sorriso no rosto, um abraço caloroso para dar e transmitem um vibe de “no stress” inexplicável. Começam a festa, puxam-nos para dançar um funaná e ainda agradecem a nossa companhia. Se todas as outras razões não são motivo suficiente para visitarem Cabo Verde, esta definitavemente que o é.

Cabo Verde é, inegavelmente, um destino de sonho! Se ainda restavam dúvidas, as 10 razões mencionadas ao longo deste post são a prova de que este país tem muito para oferecer e que, apesar de não ser um destino hit e de não constar em todas as bucket lists, vale muito a pena visitar, conhecer e voltar.

Partilha este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Os cookies servem para lhe proporcionar a melhor experiência neste website.