Fim de semana em Amesterdão

Picture of SILVINADIAS

SILVINADIAS

Amesterdão é uma cidade charmosa, pitoresca e de uma beleza sem igual. Perfeita para os românticos incuráveis, para os amantes de história e até para os que procuram diversão. Um fim de semana em Amesterdão não será suficiente para conhecer todos os seus encantos e hidden gems, mas é o ideal para quem procura fazer uma escapadinha romântica ou conhecer os pontos principais da cidade.


Onde ficar

O Pestana Amsterdam Riverside é um hotel de luxo, situado nas margens do rio Amstel, no vibrante bairro De Pijp. O seu imponente exterior clássico entrelaça-se na perfeição com o seu interior moderno, minimalista e sofisticado. Como se tudo isto já não fosse suficiente, o hotel tem ainda um SPA e o Archive by Pestana, um restaurante de excelência com um espaço muito convidativo e perfeito para um jantar íntimo.

O quarto onde eu e o “J” ficámos, Executive Room, era elegante, acolhedor e tinha uma pequena varanda com vista deslumbrante para o Rio Amstel. O staff, sempre muito simpático e atencioso, mostrou-se disponível para satisfazer os nossos pedidos e ainda nos regalou com uma doce surpresa no nosso quarto assim que chegámos.

Nota: Para ler mais sobre o Pestana Amsterdam Riverside, bem como a minha estadia neste hotel, leia o post intitulado Pestana Amsterdam Riverside, um hotel de luxo.
🏨 Procurar mais hotéis em Amesterdão

Onde comer

Almoço & Jantar

Durante o meu fim de semana em Amesterdão apercebi-me que esta cidade está repleta de restaurantes e cafés, muitos deles instagramáveis, onde é possível saborear os quatro cantos do mundo se assim o desejarmos. No entanto, a oferta é tal que se torna difícil escolher onde, quando e o que comer. Os restaurantes acima mencionados são, para já, o meu top 5 restaurantes imperdíveis em Amesterdão e posso confessar que o meu favorito é o Portugália Tasca (fácil de perceber o porquê).

Snack/Sobremesa

Por falar em restaurantes, não podia deixar de referir estes dois spots em Amesterdão. No primeiro, poderão provar uma da melhores Stroopwafels (bolacha típica holandesa) da cidade. Já no segundo, um dos cafés mais badalados e instagramáveis da The 9 Streets, poderão deliciar-se com morangos delicadamente cobertos com chocolate belga, tabletes de chocolate e bolos fotogénicos.


O que fazer 

Amesterdão não é uma cidade muito grande, mas tem muito para ver, conhecer e visitar. Um ponto positivo é que grande parte dos principais pontos turísticos estão à distância de uma pequena caminhada ou de uma rápida viagem de bicicleta (recomendo alugar uma).

Apesar de um fim de semana em Amesterdão não ser suficiente para conhecer todos os recantos da cidade, acho que é possível visitar um ou dois dos mais de cinquenta museus existentes, relaxar no Vondelpark (parque da cidade), deambular pelos canais e ruas dos distritos mais trend, visitar o famoso mercado flutuante de flores e admirar o Red Light District ao final do dia.

Tomem notas do que visitar e de como organizar o vosso fim de semana em Amesterdão:

Primeiro dia 
  • Visitar o Rijksmuseum – o mais célebre e mais visitado museu de Amesterdão. Deverão despender uma manhã ou tarde para o conhecer de uma ponta à outra. O preço do bilhete online para um adulto é de 19€. 
  • Relaxar no Vondelpark (parque da cidade)
  • Conhecer o Het Concertgebouw – se tiver oportunidade e tempo, faça um guide tour ou assista a um espetáculo.
  • Visitar o Van Gogh Museum – os amantes de Van Gogh e do pós-impressionismo vão adorar conhecer este museu. O bilhete online tem o valor de 19€.
  • Descobrir as Zevenlandenhuizen – as famosas sete casas com arquiteturas distintas, que representam sete países europeus diferentes.
Segundo dia
  • Ver as casas tortas em Damrak
  • Ir até à Dam Square
  • Visitar a Anne Frank House – se já leu o seu diário e tem curiosidade em visitar a casa  onde Anne Frank viveu durante a invasão Nazi, este é o museu que deverá visitar durante o seu fim de semana Amesterdão. Os bilhetes devem ser comprados com bastante antecedência, caso contrário poderá chegar à porta e não encontrar bilhetes para as suas datas.
  • Explorar o Jordaan District – o distrito mais conhecido e, possivelmente, um dos mais fotogénicos de Amesterdão.
  • Deambular pelas The 9 Streets – uma área pitoresca, com vários canais, boutiques vintage, e cafés acolhedores.
  • Ir até ao banco “The Fault in Our Stars” – se é fã deste filme (“A Culpa é das Estrelas”) poderá ir até um dos locais mais emblemáticos do mesmo – o banco junto ao canal. Embora, o banco original tenha sido roubado, um outro exatamente igual foi colocado no mesmo local.
  • Relaxar no Begijnhof
  • Visitar o Bloemenmarkt (mercado flutuante de flores)
  • Explorar o Red Light District à noite – tenha em atenção que não é permitido fotografar as famosas janelas ou fazer vídeos, independentemente se é de dia ou de noite. Toda a envolvência daquele cenário vermelho ao final do dia é inesquecível, por isso, nem precisará de capturar o momento com a sua máquina.
💡 Curiosidade: Quando uma vitrine no Red Light District de Amesterdão tem uma luz azul ou roxa ligada significa que a pessoa que está lá dentro é transgénero ou travesti.

Como mencionado anteriormente, um fim de semana em Amesterdão não é suficiente para conhecer a cidade de uma ponta à outra e realizar todas as diversas experiências que a capital holandesa tem para oferecer. No entanto, é possível conhecer vários pontos principais, descobrir mais sobre a história do país, comer alguns dos pratos típicos, comprar um souvenir e colecionar memórias fantásticas da cidade.

Nota: Poderá consultar o roteiro completo através do My Maps. Esta rota foi pensada tendo em consideração a localização do hotel onde fiquei hospedada em Amesterdão.

Partilha este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Os cookies servem para lhe proporcionar a melhor experiência neste website.